“Maneira frustante de sair”, diz tarik após desclassificação da MIBR na semifinal do FACEIT Major

MIBR foi derrotada pela Na’Vi por 2 a 0, com parciais de 16 a 10 na Overpass e 16 a 5 na Dust 2

Por Guilherme Peroto 22 de setembro de 2018 às 16h49 pm Atualizado há 2 anos atrás
“Maneira frustante de sair”, diz tarik após desclassificação da MIBR na semifinal do FACEIT Major

Este foi o primeiro Major disputado pelo jogador com a camisa da MIBR (Foto: HLTV.org/Reprodução)

A MIBR disputou na tarde deste sábado (22), uma das semifinais do FACEIT Major: London 2018. O adversário dos brasileiros foi a Natus Vincere, que para nossa tristeza, acabou eliminando nossos representantes pelo placar de 2 a 0.

Ao término do confronto, um dos norte-americanos que joga na equipe brasileira, Tarik “tarik” Celik, lamentou a derrota em seu Twitter oficial dizendo: “Maneira frustante de sair, eles jogaram bem. GGWP Natus Vincere”.

O jogador que recentemente se juntou a MIBR, disputou seu primeiro Major pela organização. Ele e Jacky “Stewie2K” Yip (também jogador da MIBR) eram os atuais campeões da competição, visto que haviam vencido a última edição, o ELEAGUE Major Boston, enquanto ainda vestiam as cores da Cloud9.

Mesmo sem a MIBR, os brasileiros ainda contam dois representantes, sendo eles: Epitácio “TACO” de Melo e Wilton “zews” Prado, ambos contratados da Team Liquid, que enfrenta na outra semifinal, a temível Astralis. O duelo entre as equipes acontece ainda hoje, ás 16:05.

O jogo

A série melhor de 3 entre as equipes teve inicio no mapa Overpass, escolha da Na’Vi, que venceu o pistol e abriu um 3 a 0 no placar. A resposta da MIBR veio de forma rápida, e os brasileiros passaram a frente no placar após emplacarem 4 rounds seguidos. Porém, a partir daí, os ucranianos passaram a dominar seus adversários no lado Terrorista e venceram a primeira metade por 10 a 5.

Na troca de lado, a Na’Vi novamente foi melhor no pistol, e conseguiu garantir 5 rounds em sequência. Mesmo estando a 1 round da derrota, a MIBR chegou a esboçar uma reação, porém, de nada adiantou, e os ucranianos levaram a vitória no primeiro mapa pelo placar de 16 a 10.

No mapa da MIBR, Dust2, a situação começou ainda pior, com a Na’Vi abrindo um 7 a 0 no lado Contra-Terrorista logo no inicio. Após o baque, os brasileiros começaram a conquistar alguns pontos, mesmo assim a primeira metade foi vencida por Aleksandr ‘s1mple‘ Kostyliev e companhia por 10 a 5.

No lado Terrorista, a Na’Vi não teve perdão, e após vencer o 4º round pistol da série, garantiu os 4 tentos seguintes e despachou os brasileiros da competição, com uma vitória dominante por 16 a 5.

Comentários