Astralis realiza o teamkill mais estranho já registrado em uma partida competitiva

O jogador Nicolai ‘device’ Reedtz matou seu parceiro de time Peter ‘dupreeh’ Rothmann em uma partida importante, um melhor de três contra a Gambit.

Por Eduardo Cassol 20 de fevereiro de 2018 às 11h14 am Atualizado há 2 anos atrás
Astralis realiza o teamkill mais estranho já registrado em uma partida competitiva

A esquerda device, direita dupreeh (Fotos: hltv.org)

O evento em Kiev, na Ucrânia é o primeiro torneio internacional desde a ELeague Boston Major e tem a premiação de US$ 300.000.

A melhor de três estava indo bem, o primeiro mapa foi Cache, e com um lado Terrorista excepcional abriu a vantagem, o placar foi 16 – 13 para a Astralis.

O segundo mapa era Train, novamente a Astralis estava controlando a partida, device estava realizando uma performance muito boa com a AWP, até rolar a jogada mais estranha.

Durante o round 22 o jogador dupreeh foi morto por seu parceiro de equipe device, veja a jogada.

De alguma forma o jogador device conseguiu acertar a facada em seu amigo que estava atrás dele enquanto a animação da faca estava sendo realizada.

Felizmente a facada não significou muito já que a Astralis conseguiu ganhar o mapa e a série, conseguindo um recorde de 2 – 1 no round quatro do sistema Suiço. Deixando-os uma vitória da qualificatória para os playoffs.

Comentários