Havan Liberty bate Santos na Série de Promoção do Circuitão e assegura sua vaga no Segundo Split

Com um forte early game em todos os jogos da série, Havan vence Santos por 3 a 0

Por Guilherme Peroto 30 de abril de 2019 às 21h31 pm Atualizado há 1 ano atrás
Havan Liberty bate Santos na Série de Promoção do Circuitão e assegura sua vaga no Segundo Split

Vitória garante a Havan Liberty no Segundo Split (Imagem: LoLeSportsBR)

Havan Liberty e Santos e-Sports duelarem na noite desta terça-feira (30), em um confronto melhor de 5 valendo a última vaga do Segundo Split do Circuito Desafiante 2019. Apesar do resultado, 3 a 0 à favor da Havan, os três confrontos foram bastante disputados e praticamente tiveram a mesma história.

Com um early game forte, a Havan conseguia sempre sair na frente, mas emperrada nas boas rotações de mid game do Peixe. Porém no fim, quem encontrava as melhores lutas e conquistava os objetivos era a Havan, que levou a melhor no confronto.

O resultado define os 6 participantes do Segundo Split do Circuitão, sendo eles: Vivo Keyd (rebaixada após ser derrotada pela Team oNe na Série de Promoção do CBLoL), Red Kalunga, Falkol, ProGaming Esports (rebaixada diretamente do CBLoL), Operation Kino e Havan Liberty.

Jogo 1 – Vitória da Havan Liberty

O First Blood da série saiu cedo. Logo aos 3 minutos de jogo, a Havan executa de forma “limpa” um dive na rota inferior, garantindo uma eliminação nas mãos do Alistar de Gyeong.

 Picks e bans do jogo 1 (Imagem: LoLeSportsBR)

Picks e bans do jogo 1 (Imagem: LoLeSportsBR)

Depois de ajudar seus companheiros na rota inferior, Cariok foi rapidamente para a rota do meio com sua Taliyah, onde consegue mais uma boa emboscada e um abate. O caçador da Havan queria mais e foi para a bot lane onde conseguiu mais uma eliminação, que ficou nas mãos do Draven de Sarkis, abrindo um 3 a 0 no placar.

Com a vantagem, Cariok conquista o Dragão das Montanhas e o Arauto. A resposta do Santos aconteceu aos 13 minutos em uma invasão na selva da Havan com 3 jogadores, onde eles encontram o caçador inimigo e o eliminam. Sem o jungler adversário, o Peixe derrota o Dragão das Nuvens.

A primeira grande luta estourou aos 18 minutos, em uma contestação do Dragão Infernal por parte do Santos. Depois de uma longa briga, quem se saiu melhor foi a Havan, que conquistou em seguida o monstro épico. Como “prêmio de consolação”, o Santos consegue destruir a primeira torre da rota inferior.

Aos 22 minutos, os santistas conseguem encaixar uma boa jogada na rota do meio, garantindo 2 abates e a primeira torre da rota do meio, deixando a partida ainda mais acirrada. Três minutos mais tarde, a Havan nota a movimentação do Santos no Dragão das Montanhas e inicia a luta. Com uma bela entrada do Renekton de Atlanta, eles vencem a briga, garantem 4 abates, deixam o Dragão para trás e partem direto para o Barão.

Com o bônus, a Havan vai em direção a rota inferior, onde sofrem uma iniciação. Mesmo o engage tendo sido bem feito, faltou dano para o Santos, que perdeu a briga e assistiu seu inibidor do bot ir ao chão.

Depois de destruir o inibidor da rota do meio após vence mais uma briga próxima ao Dragão, a Havan abate seu segundo Barão aos 33 minutos. A equipe porém acaba sofrendo um pickoff, que acaba quebrando o ritmo da mesma.

Aos 38 minutos, o Santos dá uma chamada arriscada de Dragão Ancião, tentando se aproveitador do fato de estar com 1 jogador a mais, porém a Havan chega a tempo de contestar e roubar o objetivo. Na continuação da jogada, eles destroem novamente os inibidores do mid e do bot.

No minuto seguinte, a Havan parte para o abate do seu terceiro Barão da partida, que acaba sendo roubado de muito longe pela ultimate do Ezreal de Drop. Aos 42 minutos, a Havan avança pela rota do meio tentando fechar o confronto. Mas o Santos se defende muito bem novamente, garantindo um ACE e logo em seguida o Dragão Ancião.

A luta final foi acontecer só aos 50 minutos. Em uma chamada de Dragão Ancião do Santos, a Havan chega para a contestação e encaixa seus combos de forma impecável, conquistando um ACE e partindo finalmente para a destruição do Nexus.

Jogo 2 – Vitória da Havan Liberty

O primeiro abate do segundo confronto saiu aos 3 minutos em um dive da Havan na rota superior com seu caçador e topo, Tyrin até consegue responder muito bem a jogada com sua Irelia e quase elimina os dois jogadores, porém acaba dando um facecheck em uma moita e é abatido. O segundo abate da Havan aconteceu pouco tempo depois, desta vez em uma troca 2v2 na rota inferior.

 Picks e bans do jogo 2 (Imagem: LoLeSportsBR)

Picks e bans do jogo 2 (Imagem: LoLeSportsBR)

Com a vantagem, a Havan vai rodando o mapa e garantindo objetivos, como o Arauto e a primeira torre da partida, abrindo uma diferença no ouro. Depois de duas pequenas brigas, muito bem jogadas pelo Ezreal de Drop, o Santos começa a esboçar uma reação.

A situação do Peixe melhora ainda mais aos 24 minutos, após conseguir roubar o Dragão Infernal e praticamente vencer a luta. Com o passar do tempo, a equipe santista vai atingindo um bom pico de poder e aos 30 minutos inicia o segundo Dragão Infernal da partida. Rapidamente a Havan vem para a contestação e até consegue uma boa iniciação com o Rakan de Gyeong, porém não consegue causar o dano suficiente e sofre o contra-ataque do Peixe, que conquista 3 abates em troca de 2, muito por conta de uma bela jogada da Irelia de Tyrin.

Tentando se aproveitar do bom momento, o Santos vai para o Barão aos 33 minutos. Na contestação a Havan consegue encaixar uma excelente luta, garantindo um ACE sem perder nenhum jogador e o roubo do objetivo. Sem ninguém para defender, eles avançam pela rota do meio e destroem o Nexus.

Jogo 3 – Vitória da Havan Liberty

O First Blood do terceiro confronto ficou novamente com a Havan, desta vez em uma emboscada no nível 2 de Cariok na rota inferior, eliminando o Alistar de Baiano. O abate ficou nas mãos do Varus de Sarkis.

 Picks e bans do jogo 3 (Imagem: LoLeSportsBR)

Picks e bans do jogo 3 (Imagem: LoLeSportsBR)

Acelerando o early game como sempre, a Havan conquista o primeiro Dragão das Montanhas aos 6 minutos. Buscando forçar o jogo na sua rota inferior, a eles voltam a lane aos 8 minutos com 4 jogadores, eliminando mais uma vez o suporte do Santos. Dando ainda mais ritmo para a partida, eles fazem uma rápida rotação para a rota do meio, onde conquistam mais dois abates e logo em seguida o Arauto.

O primeiro abate do Santos só saiu aos 13 minutos, em uma rotação da equipe para a equipe do topo. Lá eles conseguem neutralizar o Varus inimigo e destroem a primeira torre da partida. Depois de algumas pequenas brigas, que resultaram em abates para ambos os times, o jogo começa a ficar mais acirrado.

Aos 22 minutos, o Peixe dá uma rápida chamada de Dragão Infernal e o abate sem nenhuma contestação. Com o nascimento do Dragão das Montanhas, as equipes começam a jogar em volta do objetivo. Lá, aos 27 minutos, a Havan encontra a luta que precisava, abatendo 4 jogadores adversários e indo direto para o Barão, que é abatido sem nenhum problema.

Com o buff, a equipe invade a base do Santos, vence mais uma luta e garante o triunfo na série.

Comentários

Campeonato Brasileiro de League of Legends - Segundo Split

Pos.TimePontos
paiN Gaming14
INTZ e-Sports12
KaBuM! e-Sports12
Prodigy Esports11

Ver tabela completa

Tier List

LoL Tier List Patch 10.16 – Melhores campeões para jogar no League of Legends

Confira a LoL Tier List Patch 10.16 – Melhores campeões para jogar no League of Legends de League of Legends