Em melhor de cinco com altos e baixos, Cloud9 derrota Gambit e se classifica

Pelo placar de 3×2, vitória da Cloud9 dá a vaga para o time norte-americano disputar o evento principal do Mundial de League of Legends 2018

Por Ricardo Peroto 6 de outubro de 2018 às 10h12 am Atualizado há 2 anos atrás
Em melhor de cinco com altos e baixos, Cloud9 derrota Gambit e se classifica

C9 vibra vitória sobre a Gambit (Foto: flickr/lolesports)

Cloud9 e Gambit Esports se enfrentaram na madruga deste sábado (06) em busca da tão sonhada vaga para o evento principal do Campeonato Mundial de League of Legends. A Cloud9 venceu a série exaustiva de cinco jogos pelo placar de três a dois e se tornou a primeira equipe da fase qualificatória a se classificar. Apesar da vitória, o time norte-americano não convenceu aqueles fãs mais fervorosos que viram a equipe cometer vários e vários erros durante a série. Obviamente que todos os fãs da Cloud9 estão felizes pela classificação, mas certamente sabem que a equipe têm muito no que melhorar.

Vindo ainda sem derrotas desde a fase de grupos, apesar de um desempenho instável, a Cloud9 chegou no jogo qualificatório contra a Gambit como a favorita. O primeiro jogo seguiu este itinerário e a Cloud9, escolhendo uma composição muito forte, venceu com uma participação fantástica de Kindred do caçador Robert “Blaber” Huang. No jogo seguinte os russos voltaram mais ligados e aos 36 minutos, com atuação de gala de Michael “Kira” Garmash que jogou de Anivia, fazendo boas rotações no mapa e garantindo vantagem para o seu time, venceram a partida para empatar a série.

Percebendo que a Gambit ficou empolgada com a vitória e criou confiança, a Cloud9 optou por trocar o caçador “Blaber” pelo também caçador veterano Dennis “Svenskeren” Johnsen no terceiro jogo. A mudança parece ter surtido efeito, uma vez que a Taliyah de “Svenskeren” somado ao Ryze de Nicolaj “Jensen” fez com que o time norte-americano mais uma vez ficasse na frente do placar. A Gambit novamente respondeu na partida seguinte empatando a série. Danil “Diamondprox” Reshetnikov tomou para si a Taliyah e de maneira muito agressiva não deixou que o atirador da Cloud9, Zachary “Sneaky” Scuderi de Draven pudesse “jogar”.

No quinto e decisivo jogo, a Gambit conseguiu garantir o bônus do Dragão Infernal em duas ocasiões, mas nas team-fights a Cloud9 foi melhor. Numa delas e que foi decisiva perto do covil do Barão, o time norte americano conseguiu as eliminações e a preeminência do jogo. Aos 25 minutos de partida a vantagem já era mais de 7.000 de ouro. Depois disso, não havia mais nada que a Gambit pudesse fazer e cedeu a vitória aos norte-americanos.

Apesar da derrota, a Gambit conseguiu melhorar significativamente seu estilo de jogo em relação os jogos anteriores. Em entrevista ao VPEsports, o suporte do time russo, Edward “Edward” Abgaryan reconheceu que a vitória podia ter chegado: “Eu estava pessoalmente feliz porque nós realmente fizemos algumas scrims contra o C9 e ganhamos todos eles. Hoje tivemos jogos próximos e sei que se jogássemos melhor teríamos vencido por 3-1 ou mesmo 3-2″.

A Cloud9, por sua vez, avança para o evento principal do Campeonato Mundial de League of Legends e aguarda para saber em qual dos grupos irá jogar.

Comentários

Mundial de League of Legends 2020 - Fase de Entrada

Pos.TimePontos
SuperMassive Esports2
Team Liquid2
Legacy Esports1
MAD Lions1

Ver tabela completa

Pos.TimePontos
PSG Talon3
Unicorns Of Love3
Rainbow72
LGD Gaming1
V3 Esports1

Ver tabela completa

Tier List

LoL Tier List Patch 10.16 – Melhores campeões para jogar no League of Legends

Confira a LoL Tier List Patch 10.16 – Melhores campeões para jogar no League of Legends de League of Legends