PlayersUnknown’s Battlegrounds chegará para Xbox antes do Natal

A notícia foi dada durante uma live a Microsoft Special Event na Paris Games Weeks

Por Ricardo Peroto 6 de novembro de 2017 às 10h40 am Atualizado há 2 anos atrás
PlayersUnknown’s Battlegrounds chegará para Xbox antes do Natal

Sucesso de vendas para PC, PlayersUnknown's Battleground se aproxima do lançamento para Xbox. (Foto: Divulgação/Xbox)

Um dos best-selling games do ano de 2017 será lançado para Xbox antes do Natal. O lançamento de PlayerUnknown’s Battlegrounds está marcado para o dia 12 de Dezembro e já está com acesso antecipado através do Xbox Preview.

O jogo que está sendo publicado agora pela Microsoft para Xbox já está disponível desde Abril para a plataforma Windows no modo beta e é a grande campanha de marketing da empresa para chamar a atenção para Xbox One e Xbox neste fim de ano.

Junto com a notícia de lançamento para Xbox, também foi anunciado que a primeira versão definitiva (v1.0) para PC está programada para o final de Dezembro. De acordo com a empresa, ambas as versões estão sendo desenvolvidas simultaneamente, mas cada um possui seu próprio roteiro.

Inicialmente, alguns recursos e funcionalidades de PUBG para Xbox serão diferentes aos de PC, mas o objetivo é que ao longo do tempo ambas fiquem iguais.

Uma mudança importante na versão do Xbox é que, ao contrário da versão para computador, o jogo está funcionando nos servidores da Microsoft Azure, enquanto que a versão para computador está nos servidores da Amazon. Isso parece limitar aos players jogarem apenas com os jogadores que compartilham da mesma plataforma. Isso também limita qualquer possibilidade de crossplay, mas a possibilidade já era improvável devido às diferenças entre um mouse e um controlador em termos de mira.

PlayersUnknown’s Battlegrounds tornou-se um gigante de vendas desde que foi lançado. Em um comparativo feito pela Microsoft, para Minecraft chegar aos 10 mihões de jogadores levaram-se cerca de dois anos, ao passo que PUBG precisou de apenas alguns meses.

Comentários