Mais de 13 milhões de cheaters já foram banidos no PUBG desde junho de 2017

Ao que tudo indica, BlueHole não está tendo pena dos usuários de cheats em seu jogo

Por Guilherme Peroto 2 de outubro de 2018 às 21h43 pm Atualizado há 2 anos atrás
Mais de 13 milhões de cheaters já foram banidos no PUBG desde junho de 2017

No inicio do ano mais de 1 milhão de jogadores foram banidos em apenas 1 mês (Imagem: PUBG Corp/Reprodução)

Uma das principais reclamações dos jogadores de Playerunknown’s Battlegrounds são os odiados “cheaters”, que são os players que utilizam algum tipo de programa externo que os permitem ter vantagens “apelonas demais”, como: olhar através das paredes, mirar automaticamente na cabeça, etc.

Para resolver esse grave problema, a Bluehole, desenvolvedora de PUBG, além de desenvolver e implementar novos anti-cheats ao jogo, ela busca punir as pessoas que utilizam esses tipos de programas os banindo permanentemente, e ao que parece ela veem fazendo isso “sem perdão” há um bom tempo.

Segundo estatísticas divulgadas semanalmente pela empresa, no site coreano do seu cibercafé, mais de 13 milhões de jogadores foram banidos desde junho de 2017. Quem fez o levantamento desses dados foi o usuário do Reddit sjk045, que compilou todos as 69 publicações da Blouehole no site e chegou até este número. Além disso ele criou também um gráfico que mostra a quantidade de banimentos por semana.

Gráfico do número de jogadores banidos em PUBG (Imagem: sjk045)

Gráfico do número de jogadores banidos em PUBG (Imagem: sjk045)

Nele é possível observar que o pico aconteceu no início deste ano, onde mais de 1 milhão de jogadores foram banidos em apenas um mês. É importante ressaltar porém, que muitos dos jogadores banidos podem ter voltado ao jogo com outros “nicks”, visto que as estatísticas revelam apenas número de contas banidas, não de pessoas individuais.

Apesar dos esforços, os cheaters ainda estão presentes por todo os lados no jogo, e é muito provável que eles não sumam do dia para a noite, porém podemos ter certeza de que a empresa está trabalhando para por um fim neles.

Comentários