Epic Games reconhece erro e informa que Zenon poderá voltar a jogar o modo Arena em breve

Por conta da restrição de idade, jogador seguirá banido de torneios

Por Guilherme Peroto 5 de maio de 2020 às 16h34 pm Atualizado há 6 meses atrás
Epic Games reconhece erro e informa que Zenon poderá voltar a jogar o modo Arena em breve

Zenon poderá voltar a jogar o modo Arena em breve (Foto: Reprodução)

Após os diversos apelos da comunidade do Fortnite e dos eSports, a Epic Games se pronunciou sobre o caso do banimento de Zenon, streamer brasileiro de nove anos, da DETONA Gaming. No comunicado da desenvolvedora, divulgado na tarde desta terça-feira (5), ela reconhece seu erro e informa que o jogador poderá voltar a jogar o modo Arena em breve, mas que seguirá sem poder participar de torneio devido a restrição de idade.

De acordo com a empresa, Zenon foi banido por não cumprir o requisito de idade mínima para competir, no caso 13 anos, algo que é previsto pela lei. Porém, devido a uma limitação técnica, a punição acabou o proibindo de participar do modo Arena, algo que não deveria acontecer. Para que Zenon e outros jogadores não passem mais por isso, a Epic lançará em breve uma nova atualização em que o modo Arena seguirá disponível para aqueles que não podem participar de torneios.

O momento do banimento de Zenon aconteceu ao vivo durante uma de suas transmissões, que costuma ser feita junto de seu pai. Na mensagem mostrada na tela do jogador, é informado que sua conta estará banida por quase 1,5 mil dias, não por conta da gravidada da sua ação, mas sim pelo tempo necessário para que ele estaja habilitado para participar dos torneios.

Depois da comunidade tomar conhecimento do ocorrido, a hashtag “#FreeZenon” tomou conta do Twitter, chegando a ser a segunda mais comentada no Brasil. Grandes influenciadores, como Tyler “Ninja” Blevins, também se pronunciaram sobre o assunto.

“A não ser que a Arena comece a oferecer dinheiro por colocações, não há razão para o Zenon ser banido até que complete 13 anos”, escreveu Ninja.

Felipe Neto, um dos maiores influenciadores do Brasil, também deu sua opinião sobre o assunto.

Comentários